segunda-feira, 19 de maio de 2014

"The Voice Portugal" em análise #8

Prosseguem as batalhas no "The Voice Portugal" e mais nove concorrentes já estão garantidos na fase final do programa. Numa noite de emoções fortes, "errar" foi palavra proibida no dicionário dos que aspiram a ser a próxima voz de Portugal.


Na oitava edição desta rubrica, e contrariamente ao que até agora temos feito, começamos pela análise da competição e dos duelos musicais, passando à frente as eventuais críticas (se as houvesse) ao programa em si. Se as há, até há, muitas e positivas, mas a qualidade de produção deste "The Voice Portugal" é tão boa que confessamos já não ter adjectivos para caracterizar e elogiar o trabalho da Shine Iberia Portugal

Nesta segunda noite de batalhas, a equipa de Marisa Liz abriu as hostes pondo em combate Bianca Barros e Anusca Romão, onde Bianca levou a melhor. Na segunda batalha da equipa liderada pela vocalista dos Amor Electro, Bruno Vieira e Teresa Rocha levaram o tema "Ouvi Dizer" ao ringue do "The Voice", mas foi o jovem do Porto que garantiu um lugar na próxima fase da competição.

Na equipa de Anselmo Ralph, defrontaram-se a Constança Gonçalves e o Pedro Garcia, e a Sofia Fortuna e a Vanessa Martins. Na primeira batalha, Pedro foi o escolhido pelo cantor angolano para continuar em jogo, mas Rui Reininho não deixou Constança ficar pelo caminho e carregou no botão para a salvar. Menos sorte teve Sofia Fortuna, que perdeu a batalha frente a Vanessa Martins, não sendo resgastada por nenhum mentor.

Quanto à equipa de Rui Reininho, as batalhas deram-se entre Benedita Gonçalves e Marta Carrilho, e também entre Sara Ribeiro e Patrícia Araújo. Benedita e Sara foram, respectivamente, as concorrentes que conseguiram garantir um lugar na próxima fase do talent-show.

Por último, na equipa de Mickael Carreira, Nuno Ribeiro e Joel Ferreira, em primeiro lugar, e Mariana Bandhold e Filipa Henriques foram os escolhidos para o duelo musical. Ouvidas e avaliadas as batalhas, o filho de Tony Carreira escolheu Nuno e Mariana para permanecerem na sua equipa.

Contas feitas, dos 16 concorrentes (4 de cada equipa) que subiram ao ringue do "The Voice Portugal", 9 (um deles salvo por Rui Reininho) garantiram passagem para a fase do "Tira-Teimas".

Ficamos muito contentes ao constatar que os concorrentes avaliados esta semana demonstraram ser mais humildes e educados que os da semana anterior, mas no que à qualidade vocal diz respeito a primeira noite de batalhas foi, para nós, ligeiramente superior. Se, na primeira ronda de batalhas houve concorrentes que se destacaram, nesta segunda ronda as actuações foram mais regulares e equilibradas.

No geral, nas 16 batalhas até agora emitidas, houve espaço para boas interpretações, para actuações muito boas, e para performances excelentes que quase roçaram a perfeição - faltou pouco, muito pouco, para lá chegarem - mas continuamos à espera de uma batalha que nos encha por completo os sentidos. 

Na próxima semana, novas e emocionantes batalhas vão animar o ringue do "The Voice Portugal". Numa altura em que os lugares vagos são cada vez menos, especialmente os de “salvamento”, qualquer erro pode ser fatal e apenas a perfeição será admitido para os concorrentes que aspiram a seguir em frente no programa. Nós, aqui estaremos aqui para o (e os) analisar!

0 comentários:

Enviar um comentário