domingo, 1 de junho de 2014

"The Voice Portugal" em análise #9

Depois de uma pausa forçada, o "The Voice Portugal" regressou esta semana à antena da RTP1 e com ele trouxe oito calorosas batalhas. A noite foi de emoções fortes mas nem todos garantiram um lugar na próxima fase da competição.


No passado domingo, a RTP decidiu retirar o "The Voice Portugal" para dar um maior destaque aos resultados das Eleições Europeias (acompanhamento que os canais privados remeteram para o cabo). Ora, sendo este um canal público, percebemos o motivo da decisão; mas questionamo-nos do seguinte: se esta aposta se enquadra numa linha mais comercial e competitiva da RTP, porquê afastar um formato que podia fazer frente às privadas? As audiências falaram por si!

Por outro lado, num dia em que a SIC estreou um novo formato, esta ausência do "The Voice" pode prejudicar o seu desempenho futuro. E, além disso, tememos que com a chegada do Mundial de Futebol estas atitudes da parte da direcção de programa se voltem repetir e que, por motivos relacionados com a transmissão de jogos, este programa seja afastado uma vez mais da grelha. Esperemos que tal não aconteça.

Falando agora concurso propriamente dito, mais 16 concorrentes subiram ao palco do "The Voice" para lutarem pela sua permanência na competição. No final, apenas 10 passaram para a fase seguinte, e 6 disseram adeus ao talent show.

A equipa do Mickael Carreira foi quem abriu o ringue. A primeira batalha foi entre dupla Sandra & Rui e Dinis Coutinho. Foi a dupla quem levou a melhor, tendo assim garantido a permanência na competição. Dinis não reagiu bem a esta decisão e, tal como já o tinha demonstrado nas Provas Cegas, demonstrou um lado mais arrogante e pouco humilde. Um ponto negativo desta noite de batalhas que nos leva a concluir que, concorrentes deste gabarito, não fazem falta ao programa - a não ser, claro está, para potenciar audiências.

A segunda batalha da equipa de Mickael ocorreu entre André Carneiro e Inês Guedes. O jovem foi o vencedor deste duelo mas Inês também continua no "The Voice", já que Anselmo Ralph carregou no botão e salvou a concorrente.

João Parreira vs. Diogo Binnema e Elisabete Batista vs. Carla Batista foram as batalhas da equipa de Anselmo Ralph. Na primeira, João Parreira foi quem levou a melhor, enquanto que na segunda foi Elisabete que garantiu a continuação no programa.

Na equipa de Rui Reininho as batalhas foram protagonizadas por Tatiana André e Rebeca Reinaldo e Diogo Lestre e Gonçalo Silva. Tatiana e Gonçalo foram, respectivamente, os dois concorrentes escolhidos por Reininho para permanecerem na sua equipa.

Por fim, Marisa Liz juntou Ricardo Morais com Constança Moreira e Nádia Marques com Luís Sequeira. Na primeira batalha, a vocalista dos Amor Electro escolheu Ricardo Morais para permanecer na sua equipa, mas Constança não foi para casa já que Mickael Carreira a salvou. Na segunda, que encerrou o terceiro programa das Batalhas, Luís foi o vencedor.

No próximo programa, os últimos 16 concorrentes pisam o ringue do "The Voice Portugal". Na derradeira emissão das Batalhas, apenas Marisa Liz e Rui Reininho poderão salvar, numa noite que se espera emocionante e repleta de talento. 

0 comentários:

Enviar um comentário