segunda-feira, 8 de setembro de 2014

ESPECIAL | "Jardins Proibidos"


Com o fim da novela "Belmonte", e catorze anos depois, "Jardins Proibidos" estão de regresso à TVI. A sequela desta novela é a grande aposta da estação de Queluz de Baixo na ficção, contando com Vera Kolodzig, Pedro Granger e Diogo Amaral nos papeis principais.

Neste especial do OLHAR A TELEVISÃO vamos da-lhe a conhecer a história, o elenco e mostra-lhe algumas imagens dos novos "Jardins Proibidos". Para iniciar este especial, comece por conhecer a história.


Catorze anos depois, "Jardins Proibidos" estão de regresso parar continuar a contar o grande amor de Teresa e de Vasco, que nasceu de uma profunda amizade de juventude. Tinham uma química especial. Amadureceu nas contrariedades que ambos enfrentaram e, apesar de um namoro sério que Teresa teve na Faculdade, ela sempre soube que o seu coração pertencia a Vasco.

Com Vasco ela aprendeu a acreditar em si e a lutar contra as adversidades familiares e essa gratidão morará para sempre no seu coração, como a memória do seu primeiro grande amor.

Casaram-se, contra a vontade da matriarca Emília e tiveram uma filha, com todos os medos implícitos à consanguinidade. A filha nasceu e uniu-os ainda mais, fazendo com que acreditassem fazer parte de algo maior, uma família só deles, onde o amor e o respeito imperavam.

Vasco sempre apoiou a carreira de Teresa e foi pelo facto de ser um pai muito presente, que Teresa pode fazer bancos no Hospital e investir na sua outra paixão: A medicina. Vasco levava a filha, Clarinha, na actualidade com 8 anos a praticamente todas as aulas de Ballet, estudava com ela, ia às reuniões de pais, sem nunca julgar Teresa pelas suas ausências profissionais. Vasco é, por isso, muito ligado à filha e os dois têm uma relação de grande cumplicidade. É um pai exemplar e carinhoso. 

Teresa é uma mãe extremosa e preocupada, sempre um pouco dividida entre a culpa pela falta de tempo para estar com a família e a preocupação com os seus doentes e colegas que dependem dela e não se apercebe bem que tudo isso a afasta de Vasco. Aliás, nenhum dos dois se apercebe que o casamento que começou com um grande amor, agora é apenas uma sucessão de dias rotineiros, sem grande paixão, nem diálogo. Vasco ama Teresa e recusa-se a admitir que o casamento está em crise.

0 comentários:

Enviar um comentário