segunda-feira, 13 de outubro de 2014

"Análise sem Segredos" | #semana3

A terceira semana da "Casa dos Segredos" chegou ao fim. Com o acumular dos dias, os grupos começam a formar-se e os concorrentes estão cada vez menos dispostos a fazer sacrifícios para se darem bem. Esta semana ficou marcada por várias discussões entre os residentes da casa.

Com o decorrer do jogo, a casa começa a ficar dividida em grupos, o jogo adensa-se, e começam as "conspirações" e os cálculos para tentar eliminar os "inimigos" e assegurar a permanência no jogo. Apesar disso, a tarefa não é fácil, porque a VOZ gosta de se intrometer e quando menos se espera, lança uma cartada que faz mudar o rumo da competição.

Agnes está entre os principais alvos, e grande parte dos residentes gostaria de vera concorrente pelas costas. Mas para gáudio da romena, a VOZ trocou a volta aos residentes que gostariam de votar na concorrente e ofereceu-lhe a imunidade. A juntar-se a Agnes, também Cristiana, Elisabete e Vânia conseguiram este bónus.

Em relação à imunidade de Vânia, não conseguimos compreender o porque da concorrente o ter recebido. Segundo Teresa Guilherme, tal se deve a ter entrado mais tarde, mas isso, para nós, não faz sentido, já que esta é a segunda semana de Vânia na casa e os restantes concorrentes que entraram logo de início foram logo a nomeações. Favorecimentos a certos concorrentes? Já começam a ser mais que evidentes.

Imunidades à parte, falemos das nomeações. Com Fernando já previamente prevenido que o seu futuro estaria nas mãos dos portugueses, situação que na análise anterior criticamos, a noite começou com Paulo e Hugo a terem que escolher qual dos dois ia ficar nomeado, tendo o Paulo dito que seria ele. Esta sanção deve-se ao facto do segredo de Hugo ter sido o primeiro a ser descoberto dentro da casa.

Já pelos votos dos colegas, ou melhor dizendo, pelo tiro ao alvo, os rapazes nomearam Cinthia e Flávia, que completaram assim o quarteto de concorrentes sujeito ao veredicto dos portugueses.

Para lá das nomeações, esta terceira semana dentro da casa foi recheada de emoções, começando os concorrentes a dar os primeiros sinais de cansado e de divisão. Foram muitas as discussões que se viveram dentro da casa, tendo Agnes, Pedro, Bruno e Ricardo protagonizado os momentos mais tensos.

Também o triângulo Bruno, Flávia e Inês protagonizou vários momentos de tensão, com Inês a não aguentar a pressão e revelar ao seu enamorado Hugo, que era ex-namorada de Bruno, comprometendo assim o jogo dos três.

A semana ficou ainda marcada por mais dois acontecimentos. O primeiro foram os comentários homofóbicos e xenófobos que alguns concorrentes proferiram em conversas e discussões. É triste ver que jovens e pessoas que se dizem cultas e inteligentes, o que muitas vezes causa muitas dúvidas, tenham atitudes destas. E  a penalização dada pela VOZ - retirou 1000€ a todos os residentes - foi por demais leve.

Em segundo, a prova dos concorrentes dançarem 222 horas sem parar foi outro acontecimento a destacar-se na semana.

Botão dos Segredos voltou a ouvir-se

Os concorrentes continuam à caça dos segredos e na terceira semana o botão dos segredos fez-se ouvir na Venda do Pinheiro por três vezes. Ricardo foi o primeiro a tentar a sorte tentanto, após receber uma pista verdadeira na sala de todas as decisões, adivinhar o segredo de Pedro e Daniela, dizendo que estes eram irmãos. Este sua suspeita não passou de uma tentativa, já que o segredo estava errado. 

Já Odin, depois de muito pensar decidiu arriscar no segredo de Agnes, tendo dito que a romena "foi acompanhante de luxo", o que também está errado. Como já é conhecimento dos portugueses, o segredo de Agnes é: "Fui sequestrada e explorada por uma seita".

No que toca ainda aos segredos, Vânia também carregou no botão, tendo como alvo Luís M. A concorrente de Paços de Ferreira arriscou que Luís tinha a sua mulher dentro da casa (Cinthia), desconfiança que se confirmou ser verdadeira, recheando a sua conta com mais uns euros.

Paulo abandona a casa

A gala deste domingo, ficou marcada pela revelação do segredo de Pedro. Após a entrada de palhaços dentro da casa, no confessionário o alentejano revelou perante os portugueses que o seu segredo é: "Sofro de coulrofobia". Após esta revelação, a VOZ colocou um dilema ao concorrente: estar ao pé de um palhaço para Cristiana ver o vídeo da avó. O rapaz aceitou o desafio, tendo-o superado.

A noite ainda ficou marcada por mais dois dilemas. Liliana teve que decidir entre ler a carta do namorado ou deixar Daniel ver o seu cão, tendo escolhido ler a carta, que não passava de uma brincadeira, já queo papel estava em branco. Por outro lado, o cão de Daniel entrou na casa.

Um outro dilema foi para os rapazes. Os residentes masculinos da casa tiveram que decidir entre Agnes ler a carta da filha ou perderem metade do seu dinheiro. Os concorrentes decidiram perder metade do dinheiro e, assim, pode leu as palavras da sua filha.

Ainda a marcar a gala, e perante os acontecimentos da semana em que Inês revelou ser ex-namorada de Bruno, a VOZ castigou a concorrente e deu-lhe uma nomeação directa. Por outro lado, Agnes ganhou, uma vez mais, imunidade. Desta vez, a romena ganhou a imunidade após quatro ex-concorrentes do reality show, que nesta gala foram os observadores da VOZ, terem respondido a várias perguntas a Teresa Guilherme. Este ganho de imunidade pela segunda semana consecutiva faz levantar suspeitas e, uma vez mais, parece haver concorrentes literalmente "levadas ao colo" pela produção.

"Quer que Teresa Guilherme durma na casa?" - a pergunta foi feita durante a semana na APP da "Casa dos Segredos 5", tendo-se descoberto na gala deste domingo a resposta. Com 90% dos votos, a hipótese afirmativa ganhou. Sinceramente, achamos esta ideia completamente disparatada, não fazendo qualquer sentido, além de que vai contra todas as regras básicas do programa. Isto para não falar da insistência e do protagonismo dado a ex-concorrentes. Estamos na casa 5. Se assim é, que se fale dos concorrentes da casa 5, das suas intrigas, do seu jogo, mas que o protagonismo não passe nem para a apresentadora, nem para concorrentes de edições anteriores.

A encerrar a noite, mais um concorrente abandonou a casa. Após terem estado a votos, os portugueses decidiram, com 45% votos, que Paulo era o concorrente que devia sair.


Antes de terminar, falamos ainda sobre o canal 24 horas do programa e sobre a já referia questão gráfica. Começando pelo canal, que já é um sucesso, achamos bem que a produção tenha chegado a acordo para emitir nas principais operadoras cabo, afinal o programa tanto é visto por assinantes da MEO, como da NOS ou de outra qualquer operadora.

Quanto aos grafismos, vamos bater na mesma tecla. Continuam a ser usadas duas linhas gráficas, situação que não faz sentido nenhum e que é tão simples de resolver. Acumula-se a este erro o genérico desta quinta edição. Melhor dizendo, a sua ausência. Mais um ponto negativo, a agregar a vários outros que levam a crer que a Endemol preparou esta temporada da "Casa dos Segredos" em cima do joelho, situação que não é normal.

Por esta semana é tudo mas, voltamos na próxima semana para esmiuçarmos a quarta semana da casa mais secreta do país. Já sabe: connosco, a análise não tem segredos.

0 comentários:

Enviar um comentário