segunda-feira, 18 de maio de 2015

ESPECIAL | "Poderosas" - A história

A SIC inaugura esta segunda-feira uma nova faixa de ficção nacional no seu horário nobre com a estreia de "Poderosas". E não poupou esforços nesta produção, a começar pelo elenco, que marca o regresso de Margarida Marinho ao terceiro canal, depois de vários anos ligada à ficção da TVI. À actriz juntam-se ainda nomes como o de Maria João Luís, Soraia Chaves e Joana Ribeiro.

Neste especial do OLHAR A TELEVISÃO, vamos dar-lhe a conhecer a história, o elenco e algumas imagens de "Poderosas". Em primeiro lugar, conheça a sinopse desta trama assinada por Patrícia Müller.

"Poderosas" conta a história de três mulheres que, com diferentes motivos, se unem para se vingar de um homem. Amélia, Jacinta e Luísa são as "Poderosas". José Maria o alvo a abater. A primeira viu a sua mãe morrer e quer justiça. A segunda foi enganada e presa injustamente. A terceira quer proteger a família e o património. As três têm de enfrentar o lado mais esperto e mais perigoso de José Maria, mas ele não é o único obstáculo a ultrapassar.

Amélia, a mais cerebral, é a cabecilha do grupo, tem de lidar com um passado que vive no presente. Inventa uma mulher que não existe e adopta esse papel todos os dias a todas as horas. É obrigada a obedecer a José Maria, é obrigada a olhar para o pai que a abandonou, é obrigada a fingir quase vinte e quatro horas que é só uma secretária perfeita. Mas vai chegar o dia em que surge algo mais sagrado que a sede de justiça. O que será mais poderoso? A vingança ou o sangue?

Já Jacinta, a mais madura, é também a presa mais fácil para o vilão. Uma parte dela quer justiça, mas existe um outro lado. O lado que ainda ama José Maria, o lado que ainda sonha com uma família feliz numa casa de campo. Entre a espada e a parede, entre a vingança e o amor de José Maria, Jacinta vai ter de optar. O que será mais poderoso? A vingança ou o sonho?

Luísa, a mais nova e a mais intempestiva quer cumprir o que prometeu ao pai no leito da morte: proteger a família. Sente o peso dessa promessa todos os dias. E sente a leveza do amor de Dinis. É como se a vida a afundasse e a fizesse levitar ao mesmo tempo. Luísa é obrigada a fazer uma escolha: salvar a família e honrar a memória do pai ou viver feliz com o grande amor da sua vida. O que será mais poderoso? A vingança ou o amor?

Querem coisas diferentes. Sentem coisas diferentes. Pensam de formas diferentes. Mas juntas são mais fortes. Juntas, Amélia, Luísa e Jacinta têm o poder de fazer justiça, de destruir o homem que mais as prejudicou. Juntas, podem mudar o mundo. O que será mais poderoso? A vontade de três mulheres ou o destino?

0 comentários:

Enviar um comentário