segunda-feira, 7 de setembro de 2015

16:9 a caminho da SIC?

É uma exigência há muito reclamada pelos espectadores e à qual, até agora, os canais privados parecem ter resistido. Falamos da migração para o formato 16:9, que pode vir a acontecer em breve na antena do terceiro canal.

A RTP foi pioneira neste aspecto e, depois de em 2013 ter iniciado a emissão em 16:9, em Julho passado deu o passo que faltava com a migração dos conteúdos informativos para este formato de ecrã. Uma mudança que foi transversal a todos os canais do grupo mas que não se replicou em nenhum dos operadores privados.

No início deste ano, com a transmissão da série "Blacklist" neste formato, muitos questionaram se estaria a SIC a preparar o novo sistema de imagem. E o certo é que, desde então, foram várias as séries internacionais de late night que o terceiro canal passou a emitir neste formato ("CSI", "Mentes Criminosas" ou "Inesquecível" são alguns exemplos).

Agora, em pleno arranque da rentrée televisiva, surgem novos indícios de que a estação poderá estar a estudar esta mudança, nomeadamente no entretenimento. Foi durante o "Grande Tarde" desta segunda-feira que João Baião quis lançar um aviso aos espectadores: "Olhe bem para nós: eu não sou assim, é o seu ecrã!", brincou. "Estão a ver-nos um bocadinho largos. E nós não somos gordos nem anafados. São os ecrãs, os plasmas e os LCDs", continuou o apresentador.

"Brevemente, se Deus quiser, vai poder ver-nos como nós somos!", referiu Andreia Rodrigues, dando a entender que a tão desejada migração poderá chegar à antena de Carnaxide em breve. Isto acontece um dia depois de, pela primeira vez no horário nobre do canal, um programa ter sido emitido em 16:9 - mais concretamente a gala de lançamento da nova novela "Coração D'Ouro".

0 comentários:

Enviar um comentário